Ir para o conteúdo principal

Curso de Defesa para Jovens


Portal do IDN \ Início \ Formação \ Catálogo de Cursos \ Cursos de Curta Duração \ Curso de Defesa para Jovens

​​​​​​​​​​​​​​​​​​O Curso de Defesa para Jovens (CDJ) tem por finalidade promover a sensibilização e formação dos jovens que constituem o universo dos potenciais Dirigentes ou Quadros superiores das Estruturas do Estado e da Sociedade Civil, através do estudo, reflexão e debate sobre os grandes problemas nacionais e internacionais com incidência no domínio da Segurança e da Defesa. 

Regulamento do CDJ

  • ​​Proporcionar aos jovens Auditores conhecimentos de base sobre as principais questões relacionadas com a Segurança e a Defesa, de âmbito nacional e internacional;
  • Promover o desenvolvimento de uma cultura de segurança e defesa, numa perspetiva estratégica;
  • Aprofundar a consciencialização para os problemas da Segurança e da Defesa;
  • ​Proporcionar o contacto mútuo e o intercâmbio de ideias entre jovens Auditores de formações académicas e experiências profissionais diversificadas.
​​​O CDJ tem a duração de três semanas, em regime presencial, e decorre em simultâneo nas instalações do IDN em Lisboa e no Porto. Caso não seja possível realizar o curso de forma presencial este irá ocorrer por videoconferência.

O curso compreende os seguintes tipos de atividades:
  • Conferências subordinadas às temáticas da segurança e da defesa, seguidas de debate;
  • Trabalhos de grupo sobre temas relacionados com a segurança e a defesa, seguidos de exposição e debate;
  • Visitas de estudo a unidades das Forças Armadas, das Forças de Segurança e da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, e eventualmente a outros organismos ou espaços culturais, a designar (a realização das visitas depende se o curso vai ser presencial ou não; depende também da autorização das várias entidades para a sua realização).
O CDJ é frequentado em regime de tempo parcial, com exceção dos dias de abertura e encerramento do curso e das visitas de estudo - casos em que o programa se prolonga normalmente durante todo o dia, sendo obrigatória a participação em todas as atividades do curso.

Programa provisório do XXII CDJ

​O CDJ destina-se, prioritariamente, aos jovens cidadãos portugueses, sendo também admitidos candidatos oriundos dos Países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). 

Poderão, a título excecional, ser admitidas candidaturas de jovens de outras nacionalidades, quando daí se puder perspetivar uma evidente mais-valia para os restantes participantes e para a promoção de uma cultura de segurança e defesa.
Podem ser admitidos à frequência do CDJ todos os jovens, de ambos os sexos, que satisfaçam os seguintes requisitos:
  • Ter idade compreendida entre os 21 e os 35 anos, à data de início do CDJ;
  • Ser titular de licenciatura ou frequência do Ensino Superior.
Os requisitos de admissão aplicam-se tanto às nomeações institucionais como às candidaturas individuais.
​​Individuais

 
As candidaturas individuais são formalizadas, dentro do período de candidaturas definido, através do preenchimento do formulário eletrónico disponível neste site e da submissão dos seguintes documentos:
  • Síntese curricular / Curriculum Vitae obrigatoriamente em português (máximo 1 página A4);
  • Cópia de certificado(s) de habilitações;
  • Fotografia tipo passe, atual e a cores.

 
Institucionais

 
O IDN convida anualmente organismos da administração central, regional ou local, das Forças Armadas, das Forças e Serviços de Segurança, bem como entidades representativas da sociedade civil para designarem colaboradores para a frequência dos seus cursos.

 
As candidaturas institucionais à frequência do curso são efetuadas por indigitação das entidades com vagas atribuídas em cada edição do curso.

 
As candidaturas institucionais são formalizadas, dentro do período de candidaturas definido, através do preenchimento do formulário eletrónico disponível neste site​ e da submissão dos seguintes documentos:
  • Ofício de indigitação pelo órgão competente de acordo com a vaga definida;
  • Síntese curricular / Curriculum Vitae obrigatoriamente em português (máximo 1 página A4);
  • Cópia de certificado(s) de habilitações;
  • Fotografia tipo passe, atual e a cores.
No processo de designação do titular da vaga institucional, compete às respetivas entidades assegurar que o candidato preenche os requisitos fixados para admissão ao Curso.

 
Não serão admitidas candidaturas que:
  • Não estejam devidamente instruídas (ex. falta de documentos);
  • Não preencham os critérios de admissão. 
A apresentação de qualquer documentação exigida fora do prazo estipulado determina igualmente a não-aceitação da candidatura.

 
As candidaturas individuais são apreciadas por uma Comissão de Seleção, nomeada pelo/a Diretor/a do IDN.

 
Os candidatos serão informados sobre a sua admissão à frequência do curso por correio eletrónico.


​​Instituto da Defesa Nacional
Núcleo de Planeamento
Calçada das Necessidades, n.º 5 - 1399-017 Lisboa
Telf.: 211 544 700/211 544 746/211 548 244

 
Diretor do curso:
Capitão-de-mar-e-guerra José Picoito (jose.picoito@defesa.pt​)


 


 

  • Partilhar
    Conteúdo