Ir para o conteúdo principal

Curso de Segurança e Defesa para Jornalistas


Portal do IDN \ Início \ Formação \ Catálogo de Cursos \ Cursos de Curta Duração \ Curso de Segurança e Defesa para Jornalistas

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​O CSDJ tem por finalidade contribuir para a sensibilização e formação de quadros e futuros quadros ligados à comunicação, numa perspetiva de aprofundar a sua cultura de segurança e defesa.

​O CSDJ parte de uma abordagem integrada e global que enquadra a complexa problemática dos conflitos modernos, numa perspetiva geral de segurança e de​fesa, passando pelas questões da atualidade em matéria de política e defesa nacional, das articulações da segurança cooperativa e do próprio papel dos media num ambiente de conflito armado.


Regulamento do CSDJ

​​
O Instituto da Defesa Nacional vai organizar, entre 13 de outubro e 16 de dezembro de 2021, a 15.ª Edição do Curso de Segurança e Defesa para Jornalistas (15.º CSDJ 2021).

O 15.º CSDJ 2021 tem por finalidade desenvolver o conhecimento sobre as questões de segurança e defesa e aprofundar a capacidade crítica neste domínio, enquanto bases para o desempenho de funções numa perspetiva de comunicação pública.

O curso decorrerá em ambiente online de Ensino a Distância (EAD) síncrono, às segundas-feiras e quartas-feiras em regime de tempo parcial, ao final da tarde (17h00 às 20h15), de 13 de outubro a 29 de  novembro de 2021. Na última semana do curso, 13 a 16 de dezembro de 2021, têm lugar as visitas de estudo a instituições relacionadas com a segurança e defesa nacional (na zona de Lisboa), pelo que o programa se prolonga durante todo o dia. O encerramento do curso terá lugar no último dia das visitas de estudo.
 
O período para apresentação de candidaturas individuais à frequência do 15.º CSDJ 2021, decorre até 24 de setembro de 2021.
 
Para a frequência do 15º CSDJ 2021 é devido o pagamento de uma propina única no valor de 100,00 Euros pelos auditores individuais admitidos

Programa provisório aqui.

  • ​​Promover o conhecimento e a reflexão esclarecida sobre as questões do âmbito da segurança e da defesa;
  • Sensibilizar os auditores para o conceito alargado de segurança;
  • Promover o conhecimento, aprofundar a capacidade crítica e desenvolver a cultura de segurança e defesa, como bases para o desempenho de futuras funções de responsabilidade numa perspetiva de comunicação pública;
  • Proporcionar contacto direto com a realidade das estruturas de segurança e defesa nacional.

​ 

O CSDJ está organizado em módulos, abrangendo as seguintes áreas: 
  • Quadro Geral da Segurança e Defesa; 
  • Política Comum de Segurança e Defesa da União Europeia; 
  • ​Política de Defesa Nacional e Segurança Cooperativa;
  • Papel dos Media em Conflitos Armados; 
  • Análise de Casos de Estudo e Discussões Dirigidas. 
Para além destes módulos, com a participação de reputados especialistas em conferências, painéis e debates, o curso inclui a realização e apresentação de trabalhos práticos.

 
O CSDJ decorre em ambiente online de Ensino a Distância (EAD) síncrono, entre segunda-feira e quinta-feira em regime de tempo parcial, ao final da tarde, ao longo de um mês. Na última semana do curso,  têm lugar as visitas de estudo a instituições relacionadas com a segurança e defesa nacional (na zona de Lisboa), pelo que o programa se prolonga durante todo o dia. O encerramento do curso terá lugar no último dia das visitas de estudo.

 
A participação é obrigatória em todas as atividades constantes do programa de atividades do curso.

 


Os destinatários do CSDJ podem ser formandos, titulares de formação e/ou experiência profissional na área da comunicação social, comunicação pública, ciências da comunicação e jornalismo. 

Podem candidatar-se ao CSDJ cidadãos nacionais e cidadãos oriundos de outros países com vínculo académico ou profissional à comunicação pública e cujo currículo profissional dê garantias de habilitação suficiente para a sua frequência.
​Critérios Gerais

Os candidatos devem satisfazer pelo menos um dos seguintes critérios:

  • Ser formando, titular de formação e/ou experiência profissional na área da comunicação social, comunicação pública e jornalismo;
  • Desempenho de funções na área da comunicação pública e para as quais os objetivos do curso sejam considerados de elevado interesse, pode ser considerado suficiente para efeitos de preenchimento dos requisitos gerais;
  • Experiência profissional e outros aspetos curriculares que assegurem a difusão pública de uma cultura estratégica de segurança e defesa;
  • Potencial de desenvolvimento da carreira na área da comunicação com relevância para a segurança e defesa nacional;
  • Podem ser admitidos outros candidatos, cujo perfil profissional dê garantia de habilitação suficiente para a frequência do curso.
Individuais

 
As candidaturas individuais são formalizadas através do preenchimento do formulário eletrónico disponível neste site e da submissão dos seguintes documentos dentro do período de candidaturas: 
  • Síntese curricular / Curriculum Vitae obrigatoriamente em português (máximo 1 página A4);
  • Cópia de certificado de habilitações e/ou cópia da carteira profissional;
  • Uma fotografia tipo passe, atual e a cores.
As candidaturas individuais são apreciadas por uma Comissão de Seleção, nomeada pelo/a Diretor/a do IDN.

 
Os candidatos serão informados sobre a sua admissão à frequência do curso por correio eletrónico.

 
Institucionais

 
O IDN convida anualmente entidades representativas da sociedade civil, no âmbito da comunicação pública, para designarem auditores/as para a frequência do CSDJ. A designação do titular da vaga institucional é feita pela entidade convidada até à data fixada pelo/a Diretor/a do IDN, por notificação escrita acompanhada dos documentos referidos para as candidaturas individuais.

 
No processo de nomeação do/a titular da vaga institucional, a instituição deve assegurar que o/a nomeado/a preenche os requisitos gerais de admissão à frequência do CSDJ.

 
Compete ao IDN confirmar que o/a titular da vaga institucional preenche os requisitos gerais de admissão à frequência do CSDJ e decidir a recusa de frequência a quem não os preencha.

 
As vagas institucionais não preenchidas por extemporaneidade ou por não satisfazerem os requisitos gerais de admissão poderão ser preenchidas por candidaturas individuais, ou ser substituídas por outras nomeações institucionais, por decisão do/a Diretor/a do IDN.

 
Não serão admitidas candidaturas que:
  • Não estejam devidamente instruídas (ex. falta de documentos ou não utilização dos formulários digitais disponibilizados);
  • Não preencham os critérios formais de admissão, nos termos definidos no presente aviso de abertura de candidaturas. 
A apresentação de qualquer documentação exigida fora do prazo estipulado determina igualmente a não-aceitação da candidatura.

 
Todos os candidatos serão informados sobre a sua admissão à frequência do curso por correio eletrónico.


 

​Instituto da Defesa Nacional
Núcleo de Planeamento
Calçada das Necessidades, nº 5 - 1399-017 Lisboa

Telf.: 211 544 746/ 211 548 244

Coordenador do curso: 
Coronel do Exército Luís Filipe Marinho Pereira

Realizou-se nos anos: 2007 a 2020 (catorze edições).​

  • Partilhar
    Conteúdo