Ir para o conteúdo principal

Curso de Teoria da Resolução de Conflitos


Portal do IDN \ Início \ Formação \ Catálogo de Cursos \ Cursos de Curta Duração \ Curso da Teoria de Resolução de Conflitos

​​​​​​​​​​​​​​​O Curso de “Teoria da Resolução de Conflitos" (CTRC) tem por finalidade promover o conhecimento teórico e prático sobre um domínio de investigação pouco tratado académica e cientificamente em Portugal: a Resolução de Conflitos, na perspetiva da segurança internacional, pretendendo, ainda que de uma forma limitada, colmatar a insuficiente oferta formativa existente em Portugal neste capítulo.

Individualizando-se, no início do século XX, como um corpo autónomo de conhecimentos, a Resolução de Conflitos tornou-se num domínio complexo, cientificamente interdependente. Os conflitos do século XX/XXI revelaram uma especial capacidade para ameaçar a estabilidade e a paz à escala global.

Não nos encontramos, felizmente, desarmados para fazer face à violência organizada e ao caos social provocado por aqueles conflitos. Os académicos das ciências sociais e os decisores com responsabilidades em assuntos de política internacional desenvolveram um conjunto de conhecimentos visando inibir o potencial de agressão organizada dos Estados ou, pelo menos, reduzi-lo significativamente.

A Gestão e Resolução dos Conflitos internacionais, de complexidade cada vez maior, não se pode compadecer com abordagens simplistas e superficiais baseadas apenas na intuição ou em julgamentos arrojados do mediador, ou na sorte. A sua eficácia é, cada vez mais, o resultado de uma aturada preparação e de uma sistemática aquisição de conhecimentos.

Assim, pretende-se com este curso dotar os alunos das ferramentas teóricas que lhes permitam, por um lado, analisar de uma forma rigorosa os diferentes conflitos, e por outro atuarem como praticantes nas diferentes situações profissionais em que se possam vir a envolver. ​​


O Instituto da Defesa Nacional vai organizar, entre 22 de setembro e 15 de dezembro de 2021, em sessões semanais às quartas-feiras (18:00 - 20:00), o I Curso de Teoria da Resolução de Conflitos (CTRC), que decorrerá em regime presencial, simultaneamente nas instalações do IDN em Lisboa. Caso não seja possível a realização do curso de forma presencial, ocorrerá em ambiente online de Ensino a Distância (EAD) síncrono.

O período para apresentação de candidaturas individuais à frequência do CTRC decorre até 31 de julho de 2021. Para a frequência do CTRC é devido o pagamento de uma propina única no valor de 100,00 euros pelos auditores individuais admitidos.

Candidaturas aqui​.

​​• Ministrar os conceitos teóricos fundamentais subjacentes à Resolução de Conflitos, dando a conhecer aos auditores as técnicas e os instrumentos que lhes permitam compreender, gerir e, em última análise, resolver conflitos, evidenciando as potencialidades e limitações de cada uma das técnicas apresentadas. 

• Estudar casos práticos de conflitos intra e entre Estados, à luz dos conceitos apresentados com impacto regional ou internacional. ​


​​​O CTRC tem a duração de 25 horas, repartidas por 12 sessões semanais, de 2 horas (com exceção da última que será de 3 horas) em regime presencial, às quartas-feiras, das 18 as 20 horas, decorrendo nas instalações do IDN em Lisboa. Caso não seja possível realizar o curso de forma presencial este decorrerá em ambiente online de Ensino a Distância (EAD) síncrono.

O curso compreende os seguintes tipos de atividades:

• Conferências subordinadas às temáticas da Resolução de Conflitos, acompanhadas de debate, de acordo com o programa de curso;

• Um exercício de simulação;

• Trabalhos de grupo ou individuais e sobre os temas apresentados e debatidos nas aulas.


​​• O CTRC destina-se preferencialmente a militares, elementos das Forças de Segurança, diplomatas, estudantes de Ciência Política e Relações Internacionais, e membros de ONG, cidadãos portugueses/as, da União Europeia e de Países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

• Poderão, a título excecional, ser admitidas candidaturas de cidadãos oriundos de nacionalidades não previstas na alínea anterior, em função da finalidade e dos objetivos da respetiva edição do CTRC. ​


Os requisitos de admissão aplicam-se tanto às nomeações institucionais como às candidaturas individuais.

• Ser titular de licenciatura ou frequência do Ensino Superior, sem prejuízo de, por decisão da Direção do IDN, serem admitidos candidatos cujo perfil profissional dê garantias de habilitação suficiente para a sua frequência;

• Desempenho de funções para as quais os objetivos do curso sejam considerados de elevado interesse;

• Experiência profissional e outros aspetos curriculares em áreas afins à Resolução de Conflitos;

• Potencial de desenvolvimento da carreira profissional.

• A bibliografia de apoio ao curso será maioritariamente em língua inglesa, bem como algumas sessões poderão ser ministradas em inglês, pelo que os candidatos à sua frequência deverão ter o adequado domínio deste idioma.




​Individuais


As candidaturas individuais são formalizadas, dentro do período de candidaturas definido, através do preenchimento do formulário eletrónico disponível neste site e da submissão dos seguintes documentos:

• Síntese curricular / Curriculum Vitae obrigatoriamente em português (máximo 1 página A4);

• Fotografia tipo passe, atual e a cores.

Institucionais

O IDN convida anualmente organismos da administração central, regional ou local, das Forças Armadas, das Forças e Serviços de Segurança, bem como Entidades representativas da sociedade civil para designarem colaboradores para a frequência dos seus cursos.

As candidaturas institucionais à frequência do curso são efetuadas por indigitação das Entidades com vagas atribuídas em cada edição do curso.

As candidaturas institucionais são formalizadas, dentro do período de candidaturas definido, através do preenchimento do formulário eletrónico disponível neste site e da submissão dos seguintes documentos:

• Ofício de indigitação pelo órgão competente de acordo com a vaga definida;

• Síntese curricular / Curriculum Vitae obrigatoriamente em português (máximo 1 página A4);

• Fotografia tipo passe, atual e a cores.

No processo de designação do titular da vaga institucional, compete às respetivas entidades assegurar que o candidato preenche os requisitos fixados para admissão ao Curso.

Não serão admitidas candidaturas que:

• Não estejam devidamente instruídas (ex: falta de documentos);

• Não preencham os critérios de admissão. 

A apresentação de qualquer documentação exigida fora do prazo estipulado determina igualmente a não-aceitação da candidatura.
As candidaturas individuais são apreciadas por uma Comissão de Seleção, nomeada pelo/a Diretor/a do IDN.

Os candidatos serão informados sobre a sua admissão à frequência do curso por correio eletrónico.
​Candidate-se aqui​.


​Núcleo de Planeamento


Instituto da Defesa Nacional
Calçada das Necessidades, n.º 5 - 1399-017 Lisboa
Telf: 211 544 700/211 544 746/211 548 244

Diretores do curso:

Major-General Carlos Branco
Capitão-de-Mar-e-Guerra José Picoito


  • Partilhar
    Conteúdo